quarta-feira, 18 de abril de 2007

Comprinhas, neurose e química

Mais comprinhas...

chegaram ontem, 17/04.

Já fui uma compradora compulsiva de lãs, linhas e afins!
E junto com os novelos que comprava, vinha uma culpa muito grande, e a obrigação de usar tudo o que adquiria.
Por muito pouco essa "neurose" não ultrapassou o prazer de tricotar.
Há alguns anos, num surto anticonsumista, doei tudo o que tinha: materiais para entidades assistenciais e revistas, divididas entre amigas.
Fiquei “zen” por algum tempo, tendo em mãos apenas os materiais dos projetos do momento. E as sobras sempre tinham destino, mesmo que fosse o lixo.
Até que surgiu uma manta de squares em minha vida. E com ela, novelos e novelos. Impossível resistir a imensa gama de cores das prateleiras.
Senti que meu “vício” estava voltando. E acompanhado de todos aqueles sentimentos desagradáveis, que, definitivamente, não queria de volta!
Estabeleci, então, algumas regrinhas, que sigo até hoje:
1ª.) Determinei uma caixa de papelão comum (não é de TV nem de geladeira) e uma cesta como quantidade máxima de lãs e linhas em estoque. Atualmente, tenho uma sacola a mais, que foi presente da sobrinha. :)
2ª.) Separo mensalmente uma pequena quantia para gastar com materiais – é o meu
“ dinheirinho de alfinetes”
3ª.) Não acumulo mais nada. Se estou com novelos há mais de 1 ano e não tenho nem idéia de como usá-los, é porque não rolou nenhuma química entre nós( eu e o novelo ) e o melhor é que mudem de dono. (Que inveja das blogueiras americanas e européias que trocam novelos...).
Com isso, tenho me sentido mais relaxada.
O sentimento de culpa e a obrigação não desapareceram completamente.
Mas, estou conseguindo me nortear, voltar à essência do trabalho manual, que é o prazer e a realização pessoal, sem neuroses.

9 comentários:

Clarissa disse...

Oi Denise...
Eu recebi seus comentários no meu blog. Fico feliz quando as pessoas deixam mensagens para mim. E fiquei contente de você conhecer meu blog. Não é tão bonito quanto ao seu porque eu não sei configurar ao meu gosto, mas parece que as pessoas estão gostando... Parabéns pelo seu blog é um dos mais legais que eu visito e pelos trabalhos... Quero ver seu casaquinho pronto! Um grande abraço... Clarissa.

Cloé disse...

Oi adorei tua visita!Aquela bolsa cor de rosa tem tudo a ver com meninas até eu com meus 4.5 adorei ,achei super charmosa!Que compras guria!quero ver depois de pronto o trabalho vai ficar lindo.Abraços.

Art & Disorder disse...

...É extamente assim todas nós sofremos desse mal que só faz bem!rsrs...quem não tem lãs e linhas aos monte?rsrs...não sabia que as americanas tem este hábito de troca de lãs entre si legal muito legal.Um abraço.

Monica disse...

Sorte a sua que consegue se controlar, eu muito ao contrário não posso dizer a mesma coisa, continuo super hiper compulsiva....Já até perdi a conta de quantos novelos tenho aqui em casa.
Depois me diga se esta lã Giorgio rende bem, pois pelo que andfei vendo em algumas receitas, parece que não rende muito...
bjos

Regina disse...

Poxa que inveja, vc consegue seguir as regras que estabelece? Eu juro de pé junto e no sabado seguinte compro mais 2 novelos.eheh
Olha pra piorar a situação das compulsivas digo que comprei uns fios ma-ra-vi-lho-sos, importados da china, por uma empresa chamada central. Ja ouviram falar? Dá uma olhada no site deles: www.makrocenral.com.br é de babar.ehehe Bjosss

Mademoiselle disse...

Obrigada pelos comentários..
Isso que escrevi fica parecendo que sou a perfeitinha e dona da razão.
Mas, acreditem, a compulsão me fazia muito mal mesmo!
Estabelecer as regras foi a solução que mais deu certo pra mim.
Eu tento seguir as regras, mas é claro que de vez em quando,ainda saio delas...Por exemplo, não posso ouvir ninguém dizer que vai viajar sem que eu peça pra me trazer lã.. Isso continua sendo compulsão!!! E bem desagradável, diga-se de passagem! kk
Monica ...vou começar a usar a lã Giorgio nesse final de semana, ai posso lhe dar um parecer mais concreto. Mas, já adianto que pelo jeitão dela, vc tem toda razão.

Márcia disse...

Bom, Denise, eu tenho uma caixa de TV 20", cheia de fios novos e restos. E em cima da caixa, uma sacolona cheia de novelos.... Mas, ainda bem que ando desanimada para comprar lãs. Acho que a compulsividade tirou férias....
Um beijão!
Ah! Me ligaram da Livraria Cultura ontem informando que o livro só vai chegar daqui TRÊS SEMANAS AINDAAAA!!!!!!!!!!

Mamã Martinho disse...

Percebo-te perfeitamente! Comigo acontece o mesmo!
Não resisto quando vejo uma linha e por vezes tenho de fazer um esforço sobre humano para não comprar. No meu caso, estabeleci que tenho de terminar os projectos em maos, antes ed me meter noutros. Como tenho sempre 2 em curso, um para casa outro para o trabalho, não posso começar amis nada enquanto não terminar estes. Depois tenho sempre tb a questão ed estabelecer logo o que vou fazer com as linhas e entro em parafuso quando não consigo encontrar nada que me agrade. Tenho lá linhas paradas á espera ed inspiração!

Bjs

Mónica

Lucia Corrêa da Luz disse...

Olha... vc já percebeu que não é a única... eu comecei a tricotar recentemente, e já tenho duas caixas, uma com linhas de verão e outra com lãs... é dificil, irresistivel até... beijocas